Pelé organizou um time no FIFA 21 à pedido da EA Sports no modo Ultimate Team, usando as melhores cartas disponíveis, optou por Maradona – em homenagem ao rival argentino.
Neymar, Thiago Silva e Carlos Alberto Torres aparecem como representantes brasileiros.

Cristiano Ronaldo encabeçou o ataque do time, junto de Son e Salah. No meio campo, Mbappé acompanha Maradona enquanto Messi e Neymar ocupam as alas.
O Rei deixou de lado sua própria carta Prime Icon, com um overall de 98, para preencher o time com jogadores relevantes de times modernos.

Apesar de não considerar a sinergia entre os jogadores, a homenagem ao recém falecido astro argentino foi de bom gosto.
O pedido da EA veio no sentido de divulgar o modo FUT do FIFA 21 em parceria com uma das maiores figuras do futebol mundial, Pelé.

O que chama a atenção é escolher Pelé, que não joga nem se interessa por FIFA para ser agraciado com o poder de escolher as cartas sem custo algum!
Quem sabe, em um futuro próximo, a EA não opte por jogadores ativos também relevantes em sua promoções.

Depois de sumir com o time de 11 milhões de Felipe Melo sem nenhuma explicação, a EA tinha além de uma responsabilidade, uma oportunidade. Se reparar com a comunidade, que viu nessa atitude um grande descaso com os jogadores, é o mínimo que se espera da EA.

Recommended Posts